Como prevenir problemas de próstata?

Se as mulheres se preocupam mais com a saúde, indo ao médico e fazendo exames com mais frequência como exame de mama, uma ou duas vezes por ano, os homens são bem mais relaxados quando falamos em cuidados com a saúde, não é raro o caso de homens que ficam anos sem ir a um médico ou fazer um exame de rotina, checkup, etc.

Quando se trata de próstata então, a maioria tem pavor só de pensar no “temido exame” que é usado por muitos para fazer piadas, memes e brincadeiras conforme os homens vão se aproximando dos 40 ou 50 anos de idade, mas o fato é que a próstata é um órgão masculino muito importante e se não houver alguns cuidados, complicações podem aparecer.

Ao contrário do que muitos pensam, não é só questão de checar câncer de próstata, este órgão quando não está bem pode causar diversos outros problemas que impactarão de forma negativa a vida do homem, coisas como dificuldade para urinar de forma completa, ter que ir ao banheiro diversas vezes durante o dia ou até ter que acordar durante a noite mais de uma vez para urinar, desta forma trazendo prejuízo para qualidade do sono.

Estas coisas começam acontecer quando a próstata aumenta de tamanho, isto de certa forma é normal e ocorre em mais de 80% dos homens, o aumento da próstata, os fatores para este problema são muitos, é possível prevenir este aumento com Prost+Active um tratamento natural para próstata, mas você também pode mudar alguns hábitos que ajudarão muito a impedir que você sofra com este problema.

Uma das causas do aumento da próstata é ficar muito tempo sentado, então se você trabalha sentado no computador por exemplo, é importante fazer intervalos de uma em uma hora para levantar, andar um pouco, se esticar, etc.

Ciclistas também estão muito sujeitos a ter problemas de próstata, justamente pelo mesmo motivo, ficar muito tempo sentado, mas neste caso é pior ainda, porque o banco pequeno piora a situação pressionando a próstata ainda mais do que nas pessoas que ficam sentadas apenas em cadeiras, aqui a recomendação é a mesma, fazer paradas a cada 1 hora pelo menos, sair da bicicleta para andar um pouco.

Além dessas duas situações, que em muitos casos pode ser difícil de fazer algo a respeito, afinal nem sempre vai ser possível fazer estes intervalos para “dar um tempo a sua próstata”, é muito importante tomar bastante água diariamente e ter hábitos alimentares saudáveis, comendo muitas frutas, verduras e legumes e evitando ao máximo comidas industrializadas ou fast food.

Por último, os exercícios físicos sempre ajudam, coisas como caminhada, corrida, natação e treinos de artes marciais, por razões óbvias os exercícios e atividades físicas menos recomendados seriam aqueles em que é necessário estar sentado muito tempo como o ciclismo.

Como perder o medo de dirigir com 10 dicas simples

Embora a cada ano, mais ou menos 2,1 milhões de pessoas tiram carteira de habilitação, dentre elas, porém, muitos acabam não pegando no carro, e isso devido ao medo de dirigir.

Você também passa por esse problema? Então, não se sinta sozinho, muita gente está nessa situação, por isso mesmo, resolvemos mostrar aqui como perder o medo de dirigir com 10 dicas simples. Confira!

1. Procure uma companhia

Uma dica, que costuma ajudar muito quem está começando a dirigir, é  convidar alguém de sua confiança, habilitado e que já dirija há algum tempo, para lhe fazer companhia. Acredite, isso costuma passar mais confiança afstando o medo, sem falar em truques e dicas que obterá.

2. Escolha com cautela

Então, na hora de convidar alguém, não é para convidar aquele amigo piadista e aventureiro que quanto mais trisco, parece se divertir mais. Essa hora não é para brincadeira, é para perder o medo e insegurança, portanto, requer um certo filtro nessa escolha. Evite pessoas muito críticas e impacientes, ou extremamente imprudentes, a hora é de escolher alguém que passe segurança, experiência e dicas. Obs: se não tiver alguém com essas características, vale apelar para aulas extras.

3. Garagem e estacionamento vazio

Muita gente se sente mais segura, no começo, treinando na própria garagem, estacionamento, claro, desde que o espaço permita. Treine estacionar, fazer pequenas manobras, ré, enfim, é possível ir pegando confiança aos poucos, nesses pequenos trajetos e locais mais seguros.

4. Escolha ruas tranquilas

Geralmente, as autoescolas estão localizadas em centros urbanos, com treinos em locais de trânsito intenso, o que é ótimo para a pessoa ir pegando experiência. Mas quem tem medo de dirigir, com certeza, pode ficar ainda mais assustado, até porque, o que não faltam são caminhões e ônibus, por exemplo, se divertindo em colocar o futuro motorista com medo. Por isso, uma dica é começar treinando naquelas ruas de bairro mais tranquilas.

5. Finais de semana

Outra dica é procurar treinar nos finais de semana, quando o movimento de carros cai drasticamente, sem dúvida, é uma boa oportunidade de praticar com calma, sem ninguém buzinando impaciente atrás de você.

6. Nada que possa distrair

Animais, crianças, rádio, celular, fuja disso tudo quando for treinar. Dirigir requer total atenção para o trânsito, principalmente, quando se está começando. Não deixe que nada lhe tire o foco.

7. Um passo de cada vez

Vá aos poucos. Tente começar pela garagem, depois pela sua rua, sua quadra, seu bairro, até o trabalho ou faculdade. O que importa é que vá se sentindo seguro em cada progresso feito.

8. Identifique a causa do medo

Para tudo existe um porquê, nesse sentido, procure identificar a causa de seu medo. Caso não consiga chegar a uma razão específica, talvez o melhor seja procurar uma ajuda psicológica, para poder tirar o medo e insegurança.

9. Curso de direção para habilitados

Não se sente seguro ainda, não tem ninguém próximo para lhe ajudar? Então, talvez, no seu caso, o melhor seja investir em um curso de direção para habilitados. Nesse curso, terá orientações extras e mais treinamentos coltados a quem está inseguro no volante, ou seja, projetados exclusivamente para auxiliar pessoas que querem praticar mais, ou têm medo de dirigir.

10. Pratique mais e mais

Mesmo quem não tem o medo de dirigir tão acentuado, com certeza, em algum momento, também se sentiu inseguro. Não se sinta mal por isso. Muitas vezes, o medo é só o excesso de responsabilidade, e a insegurança acaba falando mais alto. Por isso, a  dica é treinar, treinar e treinar, até que se sinta apto para assumir uma direção. Só o treinamento e a prática poderão passar mais confiança e experiência.

Alimentos que ajudam a combater varizes

Quer saber se alguns alimentos podem ajudar a combater varizes? A resposta é SIM, e é o que mostraremos nesse artigo, quais alimentos podem virar aliados no combate às varizes.

Muito além de um simples problema estético, as varizes podem doer e incomodar tanto além de desencadear muitas doenças circulatórias.

Infelizmente, a grande maioria das mulheres só se preocupam com o fator estético da doença quando, na verdade, as varizes podem afetar a sensação de bem-estar e a saúde, por isso, devem ser tratadas com muita atenção.

E uma das formas mais simples, e naturais, de combater as varizes é apostando em uma boa alimentação, principalmente, em alimentos fontes de vitaminas e minerais.

As causas podem ser muitas, desde fatores genéticos, até má circulação, obesidade, gravidez, vida sedentária, o fato é que as varizes fazem parte da vida  de muitas pessoas, tanto homens, quanto mulheres, e podem interferir diretamente na qualidade de vida delas, desencadeando uma série de doenças circulatórias.

Felizmente, alguns hábitos saudáveis são capazes de ajudar a prevenir o aparecimento das varizes.

Veja Também: Varizero Creme para Varizes

Primeiramente, é preciso saber que a má circulação pode trazer uma série de problemas e as varizes é um deles, porém, alguns alimentos podem ajudar a melhorar a circulação e, consequentemente, as varizes.

É preciso considerar que vitaminas e minerais ajudam a manter a integridade dos vasos sanguíneos, e juntos com uma boa hidratação, ou seja, bebendo muita água por dia, a circulação acaba fluindo bem melhor.

Nesse sentido, não podemos esquecer das verduras escuras, que possuem uma grande quantidade de fibras, como a salsa, um milagroso alimento para a circulação que, também, desintoxica o fígado.

Nessa lista também não podem faltar alimentos fontes de vitamina C e bioflavonóides, como damasco, morango, tomate, ameixa e pêssego, que são considerados potentes antioxidantes e excelentes para a circulação.

As frutas vermelhas também não podem ficar de fora, como amora, framboesa, uva que trazem alguns benefícios para a circulação e, principalmente, o mirtilo, que fortalece as paredes das veias.

Até a dupla cebola e alho são também exemplos de alimentos com grande quantidade de antioxidantes e anti-inflamatórios, que também  favorecem a circulação.
Não dentro da lista de alimentos, mas ainda como uma simples forma de prevenir o problema, podemos incluir o hábito de massagear o corpo e escovar a pele, acredite,  isso pode ajudar a prevenir as varizes. E não podemos deixar de fora os exercícios físicos, procurando manter-se no peso ideal.

Alimentos que ajudam a combater as varizes

  1. Alimentos ricos em vitamina C ajudam a fortalecer a parede dos vasos, dentre eles temos a acelora, goiaba, caju, amora.
  2. Alimentos que possuem quercetina em sua composição, possuem ação anti-inflamatória, por isso, são eficazes na prevenção das varizes, tais como cebola e maçã.
  3. Abacaxi possui em sua composição a bromelaína, que ajuda a combater a fibrina. Assim, como quem possui varizes apresenta dificuldade de degradar a proteína chamada fibrina, a qual é depositada ao redor dos vasos, e a bromelaína presente no abacaxi tem capacidade de quebrar essa proteína, a ingestão de abacaxi acaba sendo super benéfica, diminuindo esse depósito.
  4. Peixes ricos em ômega 3 são eficazes no combate às varizes, pois ajudam a evitar a formação de gordura e melhoram a circulação sanguínea, Salmão é um bom exemplo.

Que alimentos evitar para prevenir as varizes?

Na verdade, tanto para evitar varizes, como qualquer outro problema de saúde, é preciso investir em uma alimentação equilibrada e saudável. Por isso, para prevenir varizes, é preciso evitar, principalmente, os seguintes alimentos:

  • gorduras
  • frituras
  • leites
  • produtos lácteos integrais
  • carnes gordas,
  • manteigas,
  • banhas,
  • bacon,
  • embutidos ( linguiça, salsicha),
  • açúcares

Certamente, nada substitui o tratamento com um  cirurgião Vascular, pois varizes é doença e se não for tratada, as complicações podem ser irreversíveis.

Como ter um cabelo grande rápido

Você quer um cabelo grande, tipo aquele de sereia? Então você precisa ler nosso artigo para conferir todas as dicas que temos para te ajudar a fazer os cabelos crescerem em modo acelerado.

Mas primeiro é importante saber que a menos que seu couro cabeludo seja superior a maioria das pessoas, levará um tempo. O estilista de celebridades Mark Townsend, que ajudou Ashley Olsen a se livrar do estilo, diz que o cabelo cresce entre 0,7 e 1,2 centímetros por mês, desde que ele seja saudável e sem pontas duplas.

Confira agora nossas dicas para acelerar o crescimento dos cabelos:

1. IRONICAMENTE, TESOURAS SÃO SEUS ALIADOS

Isso ajudará a manter-se saudável e não quebrar. Segundo especialistas, esse é um dos principais fundamentos de todo cabeleireiro. É aconselhável limpá-lo a cada 10/12 semanas para evitar fraturas e ajudar a crescer o cabelo.

2. SEMPRE USE CONDICIONADOR

“Se seu cabelo está molhado, você deve aplicar o condicionador”, diz Townsend. Com a coloração e o tempo, o cabelo começa a ficar mais fino. O condicionador ajuda a substituir lipídios e proteínas dentro do cabelo.

3. MAS NÃO USE XAMPU TODA VEZ QUE TOMAR BANHO

Ao contrário do condicionador, o shampoo, de acordo com nosso especialista, é o que você deve pular com mais frequência. Nós lhe dizemos o motivo: o objetivo do shampoo é remover a sujeira e o acúmulo de outros produtos no cabelo, mas você também pode transportar óleos naturais essenciais do cabelo. Quando você realmente precisar de xampu, aplique delicadamente apenas no couro cabeludo.

4. APLIQUE UM TONICO CAPILAR ANTES DE DORMIR

Depois de sair do banho e secar bem o cabelo, antes de deitar para dormir habitue-se a massagear o couro cabeludo com um Tônico Capilar, você pode usar o Hairpower que tem uma fórmula muito eficiente, pois foi desenvolvida para acelerar o crescimento dos fios.

4. APLIQUE ÓLEO OU MÁSCARA CAPILAR UMA VEZ POR SEMANA

Como o cabelo está em contato com mais partes do corpo, ele precisa de cuidados além do condicionador normal. Townsend sugere o uso de máscaras e óleos semanalmente. Além disso, o especialista nos dá a receita perfeita (caseira!): 1 xícara de óleo de coco não refinado misturado com uma colher de sopa de óleo de amêndoa, óleo de macadâmia e óleo de jojoba. Como os óleos podem deixar algum resíduo no cabelo, é recomendável aplicar quando o cabelo estiver molhado e deixar agir por 10 minutos. Em seguida, lave o cabelo com shampoo e condicionador, como de costume.

O que é Depressão e quais são as Causas

A depressão é um distúrbio que pode ter grandes impactos sobre a vida de pessoas que sofrem com isso. Em alguns casos, essa condição dificulta o estudo ou o trabalho, a manutenção de relacionamentos emocionais e sociais, o interesse ou o prazer pelas atividades diárias normais.

Infelizmente, as pessoas que sofrem de depressão raramente reconhecem os sintomas e não procuram atendimento médico. Na realidade, esta doença pode ser tratada e superada .

O tratamento é personalizado : o que é eficaz para uma pessoa pode não funcionar para outra. O caminho terapêutico para sair da depressão deve, portanto, ser estabelecido com a ajuda de um médico especialista, em relação às características do indivíduo e da doença.

O que é

A depressão (também chamada de transtorno depressivo maior) é uma condição caracterizada por uma série de sintomas que ocorrem simultaneamente, por um determinado intervalo de tempo. Essas manifestações interferem significativamente na vida diária e causam sofrimento significativo na pessoa que sofre com isso.

Os  sintomas da depressão podem ser muitos, mas geralmente os mais comuns incluem:

  • Tristeza persistente e / ou diminuição muito forte do humor;
  • Pouco desejo de fazer e perda de interesse pelas coisas normais (por exemplo, trabalho, vida social ou relacionamentos);
  • Incapacidade de experimentar prazer ( anedonia );
  • Mudanças nos ritmos biológicos (como, por exemplo, dormir mal e lutar para levantar pela manhã);
  • Dificuldade de concentração , perda de memória e outros distúrbios das faculdades cognitivas;
  • Distúrbios físicos e somáticos, como dores de cabeça , falta de energia e mialgia, também são um alarme.

Para falar sobre depressão, é necessário que os sintomas estejam presentes o dia todo e durem pelo menos duas semanas.

Causas

Para entender como sair da depressão, é necessário saber que, ainda hoje, os mecanismos subjacentes a essa complexa doença não são totalmente conhecidos.

No entanto, nos últimos anos, alguns aspectos foram esclarecidos e parece que o distúrbio pode ser causado pela interação de vários elementos desencadeantes.

Em particular, parece que eles podem intervir:

Fatores biológicos : a depressão parece ser essencialmente devida a alterações biológicas que afetam as funções do cérebro . Isso ainda não foi totalmente esclarecido, mas a disfunção de alguns neurotransmissores , substâncias que permitem a transmissão normal de impulsos nervosos , pode estar implicada.

De fato, eles desempenham um papel importante nos mecanismos que regulam o humor, o relacionamento com o mundo exterior e a capacidade de reagir a estímulos emocionais. Se  fator for algo biológico um antidepressivo natural pode ser uma ótima solução para uma melhora rápida.

Fatores genéticos : algumas pessoas têm uma predisposição básica para desenvolver depressão. Em alguns casos, esse aumento da suscetibilidade é determinado geneticamente e é hereditário: isso é demonstrado pelo fato de que muitas vezes mais membros da mesma família desenvolvem depressão.

Fatores psicossociais : a depressão pode ocorrer sem uma razão aparente; frequentemente, no entanto, o primeiro episódio é desencadeado por circunstâncias externas e pode ser associado a um evento desencadeante negativo, como experiências passadas dolorosas e estressantes , decepções e relacionamentos com amigos ou familiares não recompensadores.

Certas características de caráter e psicológicas do sujeito também podem predispor à depressão. Em particular, sujeitos introvertidos e tímidos são vulneráveis ​​ou aqueles que entram em crise facilmente em caso de tensão ou sofrem de dependência interpessoal.

Fatores ambientais : em algumas pessoas propensas à depressão, eles manifestam sintomas apenas se experimentarem algumas situações no decorrer da vida. Por exemplo, a discrepância entre ritmos naturais e sociais aumenta as chances de adoecer. Da mesma forma, relacionamentos mal realizados ou trabalho insatisfatório estão envolvidos.

Outros fatores predisponentes são descanso insuficiente, baixa exposição à luz solar e abuso de álcool e drogas.

5 dicas de corte de cabelo para mudar o visual

Novo corte de cabelo? 5 dicas para mudar radicalmente seu penteado
Senhores, se você é como eu …

Você não experimentou um novo penteado desde sempre.

É muito arriscado, você pensa.

E se eu não aguentar?

E se parecer objetivamente INCRÍVEL?

O novo corte de cabelo de Antonio

Eu entendo esses medos – mas você não deve deixá-los mantê-lo preso na sua zona de conforto de estilo quando se trata de cabelos. Depois de usar o mesmo corte por anos, eu queria me divertir um pouco com o meu cabelo – então viajei para a Dinamarca para fazer um corte radicalmente novo de meus amigos no Slikhaar.

Esses princípios (juntamente com suas habilidades) garantiram que eu estivesse feliz com os resultados:

1. Trabalhe com alguém em quem você confia

É senso comum que fazer um bom corte de cabelo depende de saber como encontrar um bom barbeiro . No entanto, muitas pessoas simplesmente se acomodam em qualquer cadeira que estiver aberta no salão de descontos local – e depois reclamam dos resultados.

Você não precisa gastar muito dinheiro para se tornar habitual em um barbeiro de confiança, mas deve comprar ao redor – e deve ter o objetivo de obter o melhor corte possível. Talvez esse corte esteja a uma hora de carro, mas um novo corte de cabelo com o qual você não esteja satisfeito arrastará seu olhar para baixo por muito mais tempo do que algumas horas. É tudo relativo.

Você também pode reduzir suas chances de ser surpreendentemente desagradável, trazendo a imagem certa do que deseja. Este é um conselho comum, mas deixe-me reiterar: a imagem certa .

Procure um modelo com um formato de rosto semelhante ao de uma foto em que você possa ver claramente os detalhes do estilo.

Quando você mostra a imagem certa, seu barbeiro não fará perguntas difíceis de responder, como “que tipo de corte você deseja?” Ele fará perguntas específicas sobre o comprimento, exatamente onde seu desbotamento terminará e outras detalhes que afetarão drasticamente a maneira como você veste o estilo escolhido.

2. Dê a si mesmo uma saída

Faça o seu novo corte de cabelo em etapas. Peça ao seu estilista para tirar um quarto de polegada de cada vez. Você vai querer que eles saibam que está tentando algo novo e precisará ir devagar quando marcar a consulta – mas desde que você dê uma gorjeta boa, não há problema em pedir tempo extra.

É fácil ficar um pouco mais curto, mas eles não podem colar seu cabelo novamente.

Um ritmo mais lento dará a você a opção de parar se você começar a pensar ‘ Eu não gosto do meu corte de cabelo !’ – algo que você não pode fazer quando eles já arrancaram uma polegada do seu cabelo.

3. Mudar de direção

Se você assistiu a qualquer um dos meus outros vídeos, sabe que uso um pentover clássico – dividido da esquerda para a direita. Os caras do Slikhaar disseram: “Você já tentou ir da direita para a esquerda?” E a resposta foi não, eu não. Então, tentamos.

Quando você deseja ver uma mudança refrescante ao olhar no espelho – mas não em um visual totalmente novo -, uma das melhores coisas que você pode fazer é mudar a direção.

Se você sempre teve um corte mais longo com uma parte do meio, tente separar ao lado. Se você costuma empurrar o cabelo para a frente, tente puxá-lo para trás.

Que produto para o cabelo devo usar para espalhá-lo de volta?

Seu cabelo fica condicionado a crescer na direção em que você costuma modelá-lo; portanto, mudar de direção dará ao seu estilo muito mais volume. Se você está pronto para uma mudança, mas não um novo corte de cabelo, essa pode ser uma ótima opção.

4. Mude seu estilo

Outra ótima opção para quando você deseja uma grande mudança na aparência, com pouco comprometimento, é a introdução de um novo elemento de estilo. Normalmente, eu não seco o cabelo, mas o pessoal do Slikhaar insistiu que eu tentasse. Adicionar estilo de calor deu à minha aparência habitual muito mais volume e direção. Busque um curso profissional, o curso geazi barbeiro é uma ótima opção.

Alterar os produtos que você usa também pode ter um grande impacto. Enquanto estava no Slikhaar, experimentei a linha interna Vilain, que inclui um produto de pré-styling chamado Sidekick Zero.

Eu nunca tinha usado nada parecido. Disseram-me que se o seu cabelo tiver mais do que alguns centímetros, você deve usá-lo antes de secar para evitar o frizz e adicionar textura. Também evita danos causados ​​pelo calor, o que é importante para a saúde a longo prazo do seu cabelo se você secar regularmente.

Certifique-se de fazer muitas perguntas enquanto arruma o cabelo no barbeiro ou no salão de beleza – você deseja duplicar a aparência quando chegar em casa.

Não seja autoconsciente sobre isso. Eles são especialistas em pentear cabelos – é por isso que você os procurou. Entenda todas as partes do processo.

A mudança pode ser chocante – mas se você se acostumar a uma aparência diferente, poderá perceber que a mudança é positiva.

Eu não acabei mantendo o penteado que peguei no Slikhaar. No final das contas, meu estilo antigo é de baixa manutenção e funciona para mim. Mas fiz algumas mudanças. Eu tenho incorporado os produtos deles na minha rotina, e mesmo que a secagem não seja para mim, as coisas que eles tinham a dizer sobre isso mudavam a maneira como eu secava o cabelo ao ar.

Jantares

Quem não gosta de um belo jantar. Essa é uma pergunta que dificilmente encontraremos respostas negativas.

Nesse site daremos diversas dicas de jantares para você leitor, com o intuito de trazer informações, mostras novas idéias, inspirações para que você possa também preparar um jantar bacana e reconfortante.

Tipos de jantar

Existem inúmeras e infinitas opções de jantar, aqui nesse post vamos trazer algumas opções. Acredito que a primeira divisão a ser feita é: Em casa ou na Rua.

Em casa

Jantar em casa é sempre a opção, obviamente, mais perto.

pão na sanduicheiraUm jantar em casa pode ser algo simples e rápido, com você abrindo a geladeira, pegando um pacote de pão de forma, colocando queijo, presunto, manteiga, uma fatia de tomate, um pouco de orégano e depois colocá-lo na sanduicheira para derreter o queijo, dar aquela crocância no pão, uma bela juntada nos ingredientes e alguns minutos depois o jantar está pronto, acompanhado de um copo de suco. Em alguns minutos você está na frente da tv assistindo sua série, acompanhando de um jantar, rápido, prático, gostoso e reconfortante.

Essa é a modalidade que se repete na maioria das casas das famílias pelo brasil.

Porém existe também aqueles que não abrem mão de um prato de comida pra comer mesmo de garfo e faca, aqueles que gostam de “salgado” na janta.

A forma geralmente mais adotada, mais barata e mais sustentável é a famosa sobra do almoço do dia, ou da semana. Veja abaixo algumas dicas de um chef famoso para reaproveitar a comida.

Muitos já vão para casa, co ma cabeça naquela sobre do almoço, daquele feijão de arroz, com o tempero secreto da mãe, daquela lasanha bolonhesa, daquele resto de bife a parmigiana.

A boca chega a salivar no caminho de casa e muitos já resolvem e matam essa vontade ainda em frente da geladeira, em pé e gelado mesmo.

É aquele jantar rápido, e que está precedido de uma certa expectativa, porque você sabe o que vai comer, sabe o que tem na geladeira, torce para que ninguém pegue ao longo do dia.

E quando você abre a geladeira e não está mais lá? Você procura em todos os potes, no freezer, no forno, em todos os lugares e nada. Alguém chegou antes de você e saciou a vontade antes. É frustante, qualquer coisa que você venha a comer depois disso não vai ter aquele mesmo prazer, porque o que seu cérebro, seu corpo queria mesmo era aquela sobra do macarrão aos quatro queijos, aquele bife acebolado, aquele feijão com arroz e farofa.