5 dicas de corte de cabelo para mudar o visual

Novo corte de cabelo? 5 dicas para mudar radicalmente seu penteado
Senhores, se você é como eu …

Você não experimentou um novo penteado desde sempre.

É muito arriscado, você pensa.

E se eu não aguentar?

E se parecer objetivamente INCRÍVEL?

O novo corte de cabelo de Antonio

Eu entendo esses medos – mas você não deve deixá-los mantê-lo preso na sua zona de conforto de estilo quando se trata de cabelos. Depois de usar o mesmo corte por anos, eu queria me divertir um pouco com o meu cabelo – então viajei para a Dinamarca para fazer um corte radicalmente novo de meus amigos no Slikhaar.

Esses princípios (juntamente com suas habilidades) garantiram que eu estivesse feliz com os resultados:

1. Trabalhe com alguém em quem você confia

É senso comum que fazer um bom corte de cabelo depende de saber como encontrar um bom barbeiro . No entanto, muitas pessoas simplesmente se acomodam em qualquer cadeira que estiver aberta no salão de descontos local – e depois reclamam dos resultados.

Você não precisa gastar muito dinheiro para se tornar habitual em um barbeiro de confiança, mas deve comprar ao redor – e deve ter o objetivo de obter o melhor corte possível. Talvez esse corte esteja a uma hora de carro, mas um novo corte de cabelo com o qual você não esteja satisfeito arrastará seu olhar para baixo por muito mais tempo do que algumas horas. É tudo relativo.

Você também pode reduzir suas chances de ser surpreendentemente desagradável, trazendo a imagem certa do que deseja. Este é um conselho comum, mas deixe-me reiterar: a imagem certa .

Procure um modelo com um formato de rosto semelhante ao de uma foto em que você possa ver claramente os detalhes do estilo.

Quando você mostra a imagem certa, seu barbeiro não fará perguntas difíceis de responder, como “que tipo de corte você deseja?” Ele fará perguntas específicas sobre o comprimento, exatamente onde seu desbotamento terminará e outras detalhes que afetarão drasticamente a maneira como você veste o estilo escolhido.

2. Dê a si mesmo uma saída

Faça o seu novo corte de cabelo em etapas. Peça ao seu estilista para tirar um quarto de polegada de cada vez. Você vai querer que eles saibam que está tentando algo novo e precisará ir devagar quando marcar a consulta – mas desde que você dê uma gorjeta boa, não há problema em pedir tempo extra.

É fácil ficar um pouco mais curto, mas eles não podem colar seu cabelo novamente.

Um ritmo mais lento dará a você a opção de parar se você começar a pensar ‘ Eu não gosto do meu corte de cabelo !’ – algo que você não pode fazer quando eles já arrancaram uma polegada do seu cabelo.

3. Mudar de direção

Se você assistiu a qualquer um dos meus outros vídeos, sabe que uso um pentover clássico – dividido da esquerda para a direita. Os caras do Slikhaar disseram: “Você já tentou ir da direita para a esquerda?” E a resposta foi não, eu não. Então, tentamos.

Quando você deseja ver uma mudança refrescante ao olhar no espelho – mas não em um visual totalmente novo -, uma das melhores coisas que você pode fazer é mudar a direção.

Se você sempre teve um corte mais longo com uma parte do meio, tente separar ao lado. Se você costuma empurrar o cabelo para a frente, tente puxá-lo para trás.

Que produto para o cabelo devo usar para espalhá-lo de volta?

Seu cabelo fica condicionado a crescer na direção em que você costuma modelá-lo; portanto, mudar de direção dará ao seu estilo muito mais volume. Se você está pronto para uma mudança, mas não um novo corte de cabelo, essa pode ser uma ótima opção.

4. Mude seu estilo

Outra ótima opção para quando você deseja uma grande mudança na aparência, com pouco comprometimento, é a introdução de um novo elemento de estilo. Normalmente, eu não seco o cabelo, mas o pessoal do Slikhaar insistiu que eu tentasse. Adicionar estilo de calor deu à minha aparência habitual muito mais volume e direção. Busque um curso profissional, o curso geazi barbeiro é uma ótima opção.

Alterar os produtos que você usa também pode ter um grande impacto. Enquanto estava no Slikhaar, experimentei a linha interna Vilain, que inclui um produto de pré-styling chamado Sidekick Zero.

Eu nunca tinha usado nada parecido. Disseram-me que se o seu cabelo tiver mais do que alguns centímetros, você deve usá-lo antes de secar para evitar o frizz e adicionar textura. Também evita danos causados ​​pelo calor, o que é importante para a saúde a longo prazo do seu cabelo se você secar regularmente.

Certifique-se de fazer muitas perguntas enquanto arruma o cabelo no barbeiro ou no salão de beleza – você deseja duplicar a aparência quando chegar em casa.

Não seja autoconsciente sobre isso. Eles são especialistas em pentear cabelos – é por isso que você os procurou. Entenda todas as partes do processo.

A mudança pode ser chocante – mas se você se acostumar a uma aparência diferente, poderá perceber que a mudança é positiva.

Eu não acabei mantendo o penteado que peguei no Slikhaar. No final das contas, meu estilo antigo é de baixa manutenção e funciona para mim. Mas fiz algumas mudanças. Eu tenho incorporado os produtos deles na minha rotina, e mesmo que a secagem não seja para mim, as coisas que eles tinham a dizer sobre isso mudavam a maneira como eu secava o cabelo ao ar.

Saiba todas as informações sobre o curso bebe reborn

5 dúvidas sobre bebê reborn que você pode saber agora

A bebê reborn é uma boneca super-realista, que visa representar uma criança recém-nascida e para isso possui todos os detalhes que uma criança possui.

Ela é feita de modo artesanal e inclui diversas técnicas para que o resultado seja perfeito, e pelo que temos visto, o sucesso é garantido.

É bastante indicado também procurar um bom curso bebe reborn dessa forma você será capaz de poder criar a sua própria boneca e ainda melhor, aprender essa técnica e ter seu próprio faturamento e poder ter sua própria fonte de rendas.

curso bebe rebornDúvidas sobre bebê reborn

Por ser artesanal, não existe uma grande quantidade específica dessas bonecas tão realistas e isso faz com que surjam muitas dúvidas a respeito. Esclareça algumas delas agora.

  1. Quanto tempo demora para uma bebê reborn ficar pronta?

O processo é um pouco demorado e, dependendo dos detalhes e prática da artesã, ele pode levar de alguns dias até semanas.

  1. Por que essa boneca é tão cara?

Diferente das demais bonecas, ela é produzida artesanalmente e rica em detalhes, por isso, exige tempo para ser feita e técnicas específicas. Esses diferenciais fazem com que o seu preço seja mais elevado.

Existem casos em que uma única boneca pode chegar a custar R$ 12 mil, porém, existem modelos que são mais em conta.

  1. Para quem são essas bonecas?

Elas podem ser usadas para crianças brincarem, principalmente para as que buscam um pouco mais de realidade nas bonecas.

Os adultos também são fãs da bebê reborn e, apesar de muitos não brincarem, a usam como objeto de colecionador e como decoração.

  1. É possível dar banho na boneca?

Isso não é recomendado, pois, muitas das peles usadas são de tecido, por exemplo, o corpo. Se forem encharcadas, podem deformar.

Para manter a boneca limpa, o ideal é fazer a limpeza das peças plásticas com um pano úmido e, se quiser que ela fique cheirosa, pode usar um perfume.

boneca reborn

  1. A bebê reborn pode ser uma reprodução de uma criança?

Existem artistas que conseguem fazer bonecas bem parecidas com crianças reais, e para isso utilizam uma foto como base.

Por mais que o trabalho seja muito bem feito, ele sempre ficará parecido e nunca igual, pois, as peças existentes podem ser um problema.

Saiba mais informações nesse vídeo abaixo sobre enxoval de bebê reborn e entenda mais de todas as possibilidades possíveis sobre essa boneca incrível.

Jantares

Quem não gosta de um belo jantar. Essa é uma pergunta que dificilmente encontraremos respostas negativas.

Nesse site daremos diversas dicas de jantares para você leitor, com o intuito de trazer informações, mostras novas idéias, inspirações para que você possa também preparar um jantar bacana e reconfortante.

Tipos de jantar

Existem inúmeras e infinitas opções de jantar, aqui nesse post vamos trazer algumas opções. Acredito que a primeira divisão a ser feita é: Em casa ou na Rua.

Em casa

Jantar em casa é sempre a opção, obviamente, mais perto.

pão na sanduicheiraUm jantar em casa pode ser algo simples e rápido, com você abrindo a geladeira, pegando um pacote de pão de forma, colocando queijo, presunto, manteiga, uma fatia de tomate, um pouco de orégano e depois colocá-lo na sanduicheira para derreter o queijo, dar aquela crocância no pão, uma bela juntada nos ingredientes e alguns minutos depois o jantar está pronto, acompanhado de um copo de suco. Em alguns minutos você está na frente da tv assistindo sua série, acompanhando de um jantar, rápido, prático, gostoso e reconfortante.

Essa é a modalidade que se repete na maioria das casas das famílias pelo brasil.

Porém existe também aqueles que não abrem mão de um prato de comida pra comer mesmo de garfo e faca, aqueles que gostam de “salgado” na janta.

A forma geralmente mais adotada, mais barata e mais sustentável é a famosa sobra do almoço do dia, ou da semana. Veja abaixo algumas dicas de um chef famoso para reaproveitar a comida.

Muitos já vão para casa, co ma cabeça naquela sobre do almoço, daquele feijão de arroz, com o tempero secreto da mãe, daquela lasanha bolonhesa, daquele resto de bife a parmigiana.

A boca chega a salivar no caminho de casa e muitos já resolvem e matam essa vontade ainda em frente da geladeira, em pé e gelado mesmo.

É aquele jantar rápido, e que está precedido de uma certa expectativa, porque você sabe o que vai comer, sabe o que tem na geladeira, torce para que ninguém pegue ao longo do dia.

E quando você abre a geladeira e não está mais lá? Você procura em todos os potes, no freezer, no forno, em todos os lugares e nada. Alguém chegou antes de você e saciou a vontade antes. É frustante, qualquer coisa que você venha a comer depois disso não vai ter aquele mesmo prazer, porque o que seu cérebro, seu corpo queria mesmo era aquela sobra do macarrão aos quatro queijos, aquele bife acebolado, aquele feijão com arroz e farofa.